quarta-feira, setembro 01, 2010

Testando as fraldas



Ainda não me considero uma doutora em fraldas. As conheço propriamente há mais ou menos dois meses. Antes disso NUNCA havia troca uma fralda na vida!!! Neste pouco tempo já posso emitir alguma opinião a respeito da qualidade das mesmas. Primeiramente quero ressaltar que FELIZMENTE Arthur não teve alergia a nenhuma marca usada até então. Já testei as seguintes fraldas ( em ordem de qualidade).

1. Pampers - a da embalagem verde(total confort) é um espetáculo!
2. Turma da Mônica - só não gostei da Mágica.
3. Johnson’s
4. Pom Pom - uma excelente surpresa
5. Cremer
6. Sapeca azul
7. Cocoricó

As de vermelho considerei muito ruim em todos os aspectos: são pequenas, aperta as perninhas, material grosseiro e tem péssima absorção.

Segue abaixo uma matéria que li sobre o tema e que achei bastante útil para toda mamãe e por que não para todo papai também não é mesmo?

Escolher uma fralda descartável não é fácil. Qual seu filho vai se adaptar melhor? E a proteção? A PROTESTE (Associação de Consumidores) acaba de publicar o resultado de um teste feito com os 9 modelos de fraldas descartáveis das principais marcas. São elas Pampers, Turma da Mônica, Johnson’s Baby, Pom Pom e Sapeka. O teste foi feito com bebês robôs. Foram avaliados: absorção, proteção contra vazamento, conforto, praticidade e diferença no desempenho para meninos e meninas. CRESCER entrou em contato com todas as marcas para discutir os resultados. Os dados da pesquisa, de total responsabilidade da associação, estão a seguir:

Pampers

- Total Confort (30 unidades): recebeu a melhor nota na avaliação. Segundo a PROTESTE, é a única que permite a respiração da pele do bebê. Também foi considerada a mais confortável porque tem a menor espessura. A marca perdeu pontos na absorção quando as fraldas foram avaliadas em meninos durante a noite e no quesito qualidade do adesivo. Por fim, foi considerada a mais cara em todos os estados.

- Super Sec (32 unidades): não foi tão bem nos testes como o outro modelo da mesma marca, mas atingiu níveis aceitáveis. Teve a melhor nota na avaliação de peso e do adesivo. Mas foi considerada ruim por impedir a respiração da pele do bebê.

Resposta do fabricante: a empresa alega que o adesivo usado nos modelos avaliados é exatamente o mesmo e, por isso, não entende a metodologia aplicada. Testes feitos pela marca mostram que a eficiência é a mesma para meninos e meninas.

Turma da Mônica

- Tripla Proteção (32 unidades): foi bem no teste de absorção durante o dia e na qualidade do adesivo. Mas falhou na avaliação da absorção durante a noite para meninas. A fralda vazou antes de absorver 200 ml de líquido. O preço mais em conta é um dos pontos fortes.

- Básica (20 unidades): teve a menor nota no teste e levou o selo NÃO COMPRE. Apesar do preço baixo, o modelo recebeu avaliação fraca nos critérios espessura e absorção durante o dia e à noite para meninos. Segundo o teste, esse modelo impede totalmente a respiração da pele e, por isso, levou a menor avaliação.

Resposta do fabricante: até o fechamento dessa reportagem CRESCER não recebeu resposta.


Johnson’s

- Baby Ultra Seca (32 unidades): oferece boa relação custo-benefício. Foi bem avaliada nos critérios de peso, qualidade do adesivo e absorção. Segundo a PROTESTE, deixou a desejar nos itens espessura e respirabilidade.

- Baby Básica (28 unidades): Ficou em um nível aceitável. Assim como a maioria das marcas, o modelo impede a respiração da pele do bebê e prejudica o conforto porque o modelo é muito grosso. Recebeu notas baixas na absorção de dia e noite para meninos.

Resposta do fabricante: a marca informou que não teve acesso às metodologias utilizadas na pesquisa. Diz que usa na composição das fraldas uma combinação de materiais que garantem a proteção e conforto para os bebês.


Pom Pom

- Top Confort (27 unidades): não teve um bom resultado para os meninos, mas foi considerada aceitável para as meninas. Teve notas boas nos quesitos peso, espessura e qualidade do adesivo. Foi a única considerável aceitável na respirabilidade da pele.

- Conforto Básico (27 unidades): ela pesa 30% a mais que a média - o que pode causar desconforto no bebê . Teve boas notas no critério de absorção, espessura e adesivo. O preço, no entanto, é alto pela relação custo-benefício.

Resposta do fabricante: até o fechamento dessa reportagem CRESCER não recebeu resposta.

Sapeka Azul (24 unidades): tem o menor preço do mercado. Seu maior problema é a espessura - ela tem quase o dobro da Pampers . Significa que é ainda mais grossa. Teve uma performance fraca na avaliação de absorção para meninos. Vazou com menos de 180 ml de líquido durante o dia.

Resposta do fabricante: até o fechamento dessa reportagem CRESCER não recebeu resposta.

Para descontrair:


Um comentário:

Manu Paz disse...

Muito legal esse post... A minha filha tbm não teve nenhum tipo de alergias, mas sem duvida nenhum a melhor mesmo é a pampers né? A cremer eu achei muito plástica, mas como ela ganhou muitas dessas no chá eu usei assim mesmo... A pompom eu ia comprar essa semana, mas fiquei na duvida hehehe... Depois eu experimento.

Abraços! e ótimo post

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...